Notícias

Ezequiel Teixeira: Brasil precisa mudar de rota e voltar a apoiar Israel

Ezequiel Teixeira: Brasil precisa mudar de rota e voltar a apoiar Israel

https://noticias.gospelprime.com.br/ezequiel-teixe - 26/05/2017

Enquanto o Brasil debate essa nova leva de delações que atingem várias figuras públicas, incluindo deputados, senadores, ministros e mesmo o presidente da República, algumas pautas polêmicas estão paradas no Congresso.

 

Ao mesmo tempo, outras questões importantes passam quase despercebidas da maioria dos parlamentares. Uma delas é a mudança de postura do Brasil em relação a Israel, nação cujo renascimento dependeu diretamente do brasileiro Osvaldo Aranha.

Alerta para os desdobramentos políticos e espirituais que esse posicionamento poderia trazer ao país, o deputado federal Ezequiel Teixeira (Podemos/RJ) vem contestando o posicionamento do Brasil contrário a Israel nas Nações Unidas, em especial nas votações da UNESCO.

“Lamento profundamente não a atitude não só do ministro atual, Aloysio Nunes, mas também do seu antecessor, José Serra, que votaram contra Israel”, afirmou, referindo-se ao fato de o Brasil ter apoiado as resoluções que declaram o Monte de Templo um lugar islâmico e negam a soberania do Estado judeus sobre sua capital Jerusalém.

 

“Isso não reflete a opinião do povo brasileiro. Nós somos amigos do povo de Israel e essa é a posição de um grupo político. Nós, brasileiros, amamos Israel e o povo de Israel. Como cristãos, abençoamos aquela nação”, declarou o deputado, que também é fundador e líder da igreja Projeto Vida Nova no Rio de Janeiro.

Teixeira, cujo partido já se desligou do governo atual, assumindo uma postura de oposição a Michel Temer, declarou ser favorável à moção de repúdio proposta por alguns deputados evangélicos contra os votos brasileiros nas Nações Unidas em desfavor de Israel.

 

O político carioca está ciente da movimentação nesse sentido na Câmara e faz questão de dizer: “Os colegas parlamentares podem contar comigo para que coloquemos novamente o Brasil no rumo certo no tocante às relações com Israel. Esperamos que o chanceler, inclusive, instrua uma mudança dos votos”.

Embora até o momento não haja qualquer movimentação nesse sentido por parte do Itamaraty, Ezequiel lembra que existe instruções bíblicas a respeito da relação com Israel.

“Estaremos juntos, se preciso for, para lutar até que o Brasil mude a rota e abençoe aquela nação com nosso apoio. Eu creio na Palavra de Deus e temos a obrigação de sermos fieis ao que está ali revelado”, sublinha, mencionado que acredita na promessa que serão abençoados quem abençoar os descendentes de Abraão (Gn 12:3).

Destacou ainda que já visitou Israel e conhece a constante oposição enfrentada por aquele país. “É algo que está latente em nosso coração. Estou disposto e disponível para levantar uma bandeira de apoio a Israel”, encerra.

por Jarbas Aragão

< Outras Notícias